O Fundo Social Europeu é fundamental para as economias e empregos europeus

Fev 23, 2021 | Notícias

 

De acordo com um relatório recente da Comissão Europeia que avalia o apoio do Fundo Social Europeu (FSE) e da Iniciativa para o Emprego dos Jovens (IEJ), de 2014 a 2018, cerca de 23 milhões de pessoas participaram em ações do FSE; 52% dos participantes eram mulheres.

 

Dos participantes, cerca de 3,2 milhões de pessoas já encontraram emprego e 3,9 milhões conseguiram uma qualificação. Além disso, espera-se que o FSE e a IEJ aumentem quase 0,33% ao crescimento geral do PIB até 2023. O que destaca os impactos sociais e económicos positivos significativos do FSE, com base na análise do apoio do FSE de 2014 a 2018.

 

O FSE está a dar um impulso muito necessário ao PIB dos Estados-Membros e – mais importante – a ajudar os europeus a encontrar um trabalho sustentável e significativo.

 

Os projetos no âmbito do FSE permitiram que os cidadãos da UE prosseguissem os seus estudos e requalificação, mantendo-se em movimento e no emprego. O que é crucial para reverter a crise económica provocada pela pandemia. Os impactos positivos são particularmente elevados para os cidadãos pouco qualificados, o principal alvo dos projetos do FSE e da IEJ.

 

Saiba mais aqui

 

Fonte: CE/MC