Boas Práticas de Responsabilidade Social e Sustentabilidade em Portugal

Abr 26, 2019 | Notícias

A Associação Portuguesa de Ética Empresarial (APEE) pretende distinguir organizações dos setores público e privado, com e sem fins lucrativos, pelas suas práticas de Responsabilidade Social e Sustentabilidade.

 

Os objetivos desta iniciativa são os seguintes:

 

  • Distinguir as organizações que assumem a responsabilidade sobre os impactes das suas decisões e atividades, criam valor para as suas partes interessadas e contribuem para o desenvolvimento sustentável.
  • Envolver o tecido empresarial português na temática da responsabilidade social e promover o desenvolvimento de boas práticas.
  • Evidenciar e valorizar o trabalho já realizado pelas organizações portuguesas.

 

As categorias a concurso são as seguintes:

 

Eixo I: Responsabilidade Social

  • Direitos Humanos: Reconhecimento atribuído a Organizações que respeitam e promovem os direitos humanos nas suas diversas vertentes: civil, política, económica, social e cultural.
  • Trabalho Digno e Conciliação: Reconhecimento atribuído a Organizações que contribuem para o desenvolvimento económico, social e humano, através de políticas e práticas de trabalho dignas e de conciliação.
  • Ambiente – Redução de Impactes: Reconhecimento atribuído a Organizações que possuem uma abordagem integrada para reduzir os impactes ambientais negativos das suas decisões e atividades.
  • Ambiente – Água e Energia: Reconhecimento atribuído a Organizações que asseguram uma utilização sustentável dos recursos, nomeadamente água e energia, através de melhorias de eficiência.
  • Mercado: Reconhecimento atribuído a Organizações que demonstram uma conduta ética na sua relação com clientes, parceiros, fornecedores, adjudicatários, compradores, concorrência e associações de que sejam membros.
  • Comunidade: Reconhecimento atribuído a Organizações que intervêm proactivamente na comunidade onde operam, contribuindo para o seu desenvolvimento e bem-estar.
  • Voluntariado: Reconhecimento atribuído a Organizações que contribuem para o desenvolvimento da comunidade onde operam, através da doação de tempo e competências dos seus colaboradores.
  • Partes Interessadas: Reconhecimento atribuído a Organizações que respeitam, consideram e respondem aos interesses das partes interessadas.
  • Comunicação: Reconhecimento atribuído a Organizações que se destacam pelas políticas de comunicação interna e externa, no âmbito da responsabilidade social.

 

Eixo II: Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

  • ODS1 | Erradicação da Pobreza: Reconhecimento atribuído a Organizações que respeitam e contribuam para o fim da pobreza nas suas diversas vertentes.
  • ODS2 | Fome Zero e Agricultura Sustentável: Reconhecimento atribuído a Organizações que contribuam de modo a acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar, promovam uma melhoria da nutrição e a agricultura sustentável.
  • ODS3 | Saúde e Bem-Estar: Reconhecimento atribuído a Organizações que contribuam ativamente para assegurar uma vida saudável e promovam o bem-estar para todos e todas.
  • ODS4 | Educação de Qualidade: Reconhecimento atribuído a Organizações que contribuam para uma educação inclusiva, equitativa e de qualidade promovendo oportunidades de aprendizagem para todos e todas.
  • ODS5 | Igualdade de Género: Reconhecimento atribuído a Organizações que promovam e contribuam para o alcance da igualdade de género.
  • ODS6 | Água Potável e Saneamento: Reconhecimento atribuído a Organizações que promovam a gestão sustentável da água em todos os setores.
  • ODS7 | Energia Acessível e Limpa: Reconhecimento atribuído a Organizações que contribuam de modo a garantir o acesso e participação de energias renováveis na matriz energética global.
  • ODS8 | Trabalho Decente e Crescimento Económico: Reconhecimento atribuído a Organizações que promovam e contribuam para o aumento de trabalho digno e crescimento económico.
  • ODS9 | Indústria, Inovação e Infraestrutura: Reconhecimento atribuído a Organizações que contribuam para a construção de infraestruturas resilientes e que promovam a industrialização inclusiva e sustentável e que fomentem a inovação.
  • ODS10 | Reduzir as desigualdades: Reconhecimento atribuído a Organizações que contribuam para a redução das desigualdades a nível nacional.
  • ODS11 | Cidades e Comunidades Sustentáveis: Reconhecimento atribuído a Organizações que promovam e contribuam para o acesso de todos à habitação segura, adequada e a preço acessível, assim como a serviços básicos.
  • ODS12 | Consumo e Produção Responsáveis: Reconhecimento atribuído a Organizações que assegurem padrões de produção e consumo sustentáveis.
  • ODS13 | Ação contra a Mudança Global do Clima: Reconhecimento atribuído a Organizações que contribuam para o combate às mudanças climáticas e aos seus impactes.
  • ODS14 | Vida na Água: Reconhecimento atribuído a Organizações que para a conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.
  • ODS15 | Vida Terrestre: Reconhecimento atribuído a Organizações que promovam e contribuam para o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, para uma gestão sustentável das florestas e combate à desertificação.
  • ODS16 | Paz, Justiça e Instituições Eficazes: Reconhecimento atribuído a Organizações que promovam o acesso à justiça para todos e contribuam para a construção de instituições eficazes, responsáveis e inclusivas a todos os níveis.
  • ODS17 | Parcerias para a Implementação dos Objetivos: Reconhecimento atribuído a Organizações que promovam e contribuam para a mobilização de recursos internos, através do apoio internacional a países em desenvolvimento.

 

O período de candidaturas ao Reconhecimento de Práticas de Responsabilidade Social e Sustentabilidade decorre até ao dia 10 de maio.

 

Para saber mais, consulte o Regulamento e aceda a http://praticasrs.apee.pt/

Fonte: CITE / APEE