Plano Coordenado Europeu para a Inteligência Artificial

Fev 19, 2019 | Notícias

O Conselho adotou ontem conclusões sobre o Plano coordenado para o desenvolvimento e utilização da inteligência artificial “Made in Europe”.

 

Nas suas conclusões, o Conselho sublinha a importância crucial de se promover o desenvolvimento e a utilização da inteligência artificial na Europa aumentando o investimento nesta área, reforçando a excelência nas tecnologias e aplicações de inteligência artificial e fortalecendo a colaboração no domínio da investigação e inovação entre a indústria e o meio académico sobre a inteligência artificial, de modo a transferir rápida e eficazmente os novos resultados e perceções da investigação sobre inteligência artificial para a indústria e, por fim, para os mercados, o setor público e os consumidores.

 

Tornar a Europa líder mundial em inteligência artificial

 

Recomenda o desenvolvimento de aplicações de topo de gama em todos os setores económicos para promover o crescimento económico e contribuir para superar os maiores desafios do mundo, que vão desde a cura de doenças à transição energética, à luta contra as alterações climáticas e à previsão de catástrofes naturais, até à segurança dos transportes, à luta contra a criminalidade e à melhoria da cibersegurança.

 

Incentiva a promoção e o desenvolvimento de tecnologias facilitadoras essenciais e de aplicações de inteligência artificial, partindo de exemplos de áreas mais avançadas, como os cuidados de saúde, a agricultura ou a mobilidade conectada e autónoma.

 

Saiba mais, consultando as conclusões sobre o Plano Coordenado para a Inteligência Artificial.

Fonte: Conselho da UE