Escolas e cidadãos vão ganhar prémios por reciclarem

Ago 27, 2018 | Notícias

A EGF, empresa de tratamento e valorização de resíduos, está a investir, com o apoio do POSEUR, 2,6 milhões de euros num programa nacional de inovação social que atribui benefícios económicos a quem separa as embalagens usadas. Segundo a EGF este programa é um dos maiores investimentos nacionais dedicados à educação e sensibilização ambiental.

 

Há quatro iniciativas de educação ambiental, para todo o país, assentes na ideia de que quem tem bom comportamento ambiental é premiado, nomeadamente se é um bom reciclador de resíduos, e envolve de escolas a comércio, passando pelo cidadão.

 

Um dos projetos para todos é o “Recycle Bingo”, que premeia quem mais vai ao ecoponto entregar embalagens, através de uma aplicação que se instala no telemóvel. Trata-se de uma espécie de jogo, em que, ao reciclar, desbloqueiam-se o que a empresa chama “ecogifts”, com os quais se pode preencher um cartão. Depois de cheio, o cartão dá direito a moedas virtuais que podem ser trocadas por, por exemplo, bilhetes de cinema. A aplicação já pode ser descarregada.

 

Outra das iniciativas que já começou é a chamada Ecoeventos, destinada a apoiar, certificar e reconhecer as boas práticas ambientais nos festivais, festas, corridas, romarias e eventos desportivos. Eventos como o Rock in Rio, Marés Vivas, Expofacic, Boom Festival ou Sol da Caparica já foram Ecoeventos.

 

Há duas semanas começou também por Lisboa a iniciativa “comércio a reciclar”, que são, basicamente, ações de sensibilização em 26.000 estabelecimentos comerciais. E no próximo mês, com o início das aulas, começa a “ecovalor”, outra acção de sensibilização e promoção ambiental, mas dedicada às escolas, premiando os bons comportamentos. Neste caso, por cada saco de embalagens de plástico, metal e pacotes de bebida entregue a uma escola recebe-se 50 cêntimos e as melhores escolas de cada município têm um prémio maior.

Saiba mais sobre as quatro iniciativas AQUI.

 

Fonte: EGF/Público