União Europeia lança missão de preparação e prevenção de incêndios florestais

Mai 2, 2018 | Notícias

A Comissão Europeia está atualmente a ajudar Portugal na avaliação do sistema de defesa e de proteção das florestas, bem como, na execução de uma série de medidas estruturais destinadas a tornar este sistema mais robusto.

Esta missão foi solicitada por Portugal através do Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia. A missão vai contar com peritos em meteorologia, técnicos em comportamento do fogo e técnicos em prevenção de incêndios para apoiar as autoridades portuguesas na identificação de medidas preventivas que complementem os esforços nacionais em curso. Os peritos identificarão domínios críticos de intervenção e prestarão formação e aconselhamento às autoridades portuguesas, a fim de se prepararem para o verão, altura em que graves incêndios florestais são suscetíveis de afetar o país.

Com o objetivo de preparar e prevenir catástrofes naturais com a mesma magnitude que as que ocorreram no passado ano em Portugal, a UE possui um Centro de Coordenação de Resposta de Emergência, que monitoriza riscos de incêndios florestais e a sua incidência na Europa através de serviços de monitorização nacionais e outras ferramentas tais como o Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais.

Antes do início da época de incêndios florestais, o Centro de Coordenação de Resposta de Emergência organiza reuniões com todos os países que participam no Mecanismo de Proteção Civil da UE para intercâmbio de informações e para se preparar para a fase mais crítica de propagação de incêndios. Durante o período de verão, o Centro e os países com elevado risco de incêndios florestais estão em contacto numa base semanal. Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia e Croácia são os países na Europa mais suscetíveis a incêndios.

Todos os anos, incêndios florestais devastadores atingem a Europa, destruindo milhares de hectares de florestas e afetando as populações. Quando a dimensão de um incêndio ultrapassa a capacidade de um país para o extinguir, o Mecanismo de Proteção Civil da UE pode ser ativado para dar uma resposta rápida e eficaz.

Fonte: Rep. da CE em Portugal