Auditores da UE apontam principais áreas de simplificação da Política de Coesão após 2020

Mai 29, 2018 | Notícias

A simplificação das regras relativas às despesas da coesão é um dos principais desafios com que será necessário lidar no período pós-2020.

Num novo documento informativo do Tribunal de Contas Europeu, os auditores indicam uma série de princípios a seguir e as principais áreas a que a Comissão Europeia, o Parlamento Europeu e os Estados Membros devem dar atenção ao decidir as novas regras.

De forma geral, os auditores propõem que os princípios orientadores da simplificação da política após 2020 estejam associados a uma estratégia bem definida, com uma abordagem estruturada baseada em provas.

É necessário um forte empenho tanto da Comissão como do Parlamento Europeu, do Conselho e dos Estados Membros para conseguir uma verdadeira simplificação.

Devem também ter em conta que a simplificação não é um fim em si mesma e não deve comprometer as melhorias já alcançadas quanto aos controlos internos.

Para mais informações

Fonte: TCE