Código de Boas Práticas na Cadeia Agroalimentar

Mar 22, 2018 | Notícias

O Código resulta do compromisso entre seis grupos de interesse a nível nacional, representativos de todos os elos da cadeia agroalimentar:

 

  • Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED),
  • Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP),
  • Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP),
  • Confederação Empresarial de Portugal (CIP),
  • Confederação Nacional de Agricultura (CNA),
  • Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal (CONFAGRI).

 

Criar uma verdadeira cultura de mudança que beneficie todos os intervenientes na cadeia de abastecimento agroalimentar

O Código tem como objetivo a melhoria do relacionamento comercial entre agentes económicos, fundamental para assegurar um desejável equilíbrio e cooperação entre as partes, não apenas em defesa dos seus interesses, mas também em defesa dos interesses dos consumidores.

Visa também assegurar que a resolução de litígios seja abordada de forma leal e transparente, através da criação de um mecanismo eficaz de resolução de litígios entre as associadas das Partes Subscritoras.

A adesão ao Código de Boas Práticas Comerciais na Cadeia Agroalimentar é voluntária, gratuita e as partes signatárias incentivam os operadores económicos do setor agroalimentar a inscreverem-se, de forma a beneficiarem plenamente das disposições da mesma.

Para o fazerem, as empresas devem respeitar os princípios de boas práticas nas relações comerciais e os requisitos que visam a integração destes nas suas operações diárias.

Estão disponíveis instrumentos que auxiliam a aplicação dos compromissos do processo e que servirão para controlar a aplicação dos princípios. Mais informações em http://www.boaspraticas.pt/

Fonte: Código de Boas Práticas na Cadeia Agroalimentar