Novas Histórias apoiadas pelo Fundo Social Europeu

Nov 6, 2017 | Notícias

No âmbito da divulgação de vídeos com histórias de pessoas apoiadas pelo Fundo Social Europeu (FSE), o Programa Operacional Capital Humano (PO CH) disponibiliza duas novas histórias, do Joaquim Nunes e da Sandra Mota.

Joaquim Nunes apostou numa carreira desportiva e aos 28 anos está concluir o 12.º ano com o apoio do PO CH. Sandra Mota trabalha todos os dias com adolescentes que querem “descobrir, investigar e agir”.

 

  • Durante anos a natação e o pólo aquático foram a prioridade de Joaquim Nunes, mas a vontade de crescer nas suas qualificações fê-lo inscrever-se num curso de Educação e Formação de Adultos apoiado pelo Fundo Social Europeu no âmbito do PO CH. Agora estuda no Centro de Formação Profissional das Indústrias da Madeira e do Mobiliário com o objetivo de concluir o 12º ano.
  • No Agrupamento de Escolas de Paredes, a formadora Sandra Mota lida todos os dias com alunos que têm no mínimo duas retenções e vários problemas de inclusão. O trabalho desenvolvido na escola com projetos diferenciadores de inovação (TEIP) são a forma encontrada para conquistar alunos “de insucesso e que passam a ser vistos de uma forma muito mais positiva”.

 

Contexto

A Minha História: União Europeia, Portugal e Capital Humano é um projeto de comunicação do PO CH. Visa divulgar na primeira pessoa o impacto de ter participado num projeto cofinanciado pelo FSE no domínio temático do Capital Humano que apoia, entre outras tipologias, Cursos Profissionais, Bolsas individuais de Doutoramento e Pós-Doutoramento, Cursos de Aprendizagem, Cursos Técnicos Superior Profissionais, Cursos de Educação e Formação de Adultos e Centros Qualifica.

Desta forma, o PO CH associa-se igualmente à comemoração dos 60 anos do FSE cujo mote é dar a conhecer como este fundo da União Europeia “Investe nas Pessoas”.

Durante 16 semanas são divulgadas 36 histórias que permitem acompanhar de perto as oportunidades que existem em Portugal no domínio da formação e da qualificação dos jovens e adultos. Cada episódio, de cerca de dois minutos, dá uma perceção do contributo dos apoios do FSE para a qualificação dessas pessoas e, por essa via, para a melhoria das suas condições de inserção social e profissional. Constituindo assim, exemplos da boa aplicação dos fundos da União Europeia na superação do défice de qualificações que ainda caracteriza o país e contribuindo para promover o reforço da competitividade das empresas e das regiões que têm beneficiado desses apoios, bem como, a sua coesão social e territorial.

 

Fonte: PO CH