PO CH disponibiliza Novas Histórias apoiadas pelo FSE

Out 17, 2017 | Notícias

No âmbito da divulgação de vídeos com histórias de pessoas apoiadas pelo Fundo Social Europeu (FSE), o Programa Operacional Capital Humano (PO CH) disponibiliza duas novas histórias, da Raquel Lemos e do Nuno Santos que desafiaram o seu capital humano, através do Ensino Profissional e Doutoramento, respetivamente.

A Raquel Lemos da Escola de Tecnologia e Gestão de Barcelos cresceu com a ideia que o ensino regular e a faculdade eram o caminho certo para o seu desenvolvimento pessoal, mas descobriu no ensino profissional uma via que a “prepara muito bem para o mundo do trabalho”.

O Nuno Santos fez o seu doutoramento na área da procura e estudo de planetas extra solares e reuniu uma equipa em Portugal que já é “reconhecida a nível internacional”.

 

Contexto

A Minha História: União Europeia, Portugal e Capital Humano é um projeto de comunicação do PO CH. Visa divulgar na primeira pessoa o impacto de ter participado num projeto cofinanciado pelo FSE no domínio temático do Capital Humano que apoia, entre outras tipologias, Cursos Profissionais, Bolsas individuais de Doutoramento e Pós-Doutoramento, Cursos de Aprendizagem, Cursos Técnicos Superior Profissionais, Cursos de Educação e Formação de Adultos e Centros Qualifica.

Desta forma, o PO CH associa-se igualmente à comemoração dos 60 anos do FSE cujo mote é dar a conhecer como este fundo da União Europeia “Investe nas Pessoas”.

Durante 16 semanas são divulgadas 36 histórias que permitem acompanhar de perto as oportunidades que existem em Portugal no domínio da formação e da qualificação dos jovens e adultos. Cada episódio, de cerca de dois minutos, dá uma perceção do contributo dos apoios do FSE para a qualificação dessas pessoas e, por essa via, para a melhoria das suas condições de inserção social e profissional. Constituindo assim, exemplos da boa aplicação dos fundos da União Europeia na superação do défice de qualificações que ainda caracteriza o país e contribuindo para promover o reforço da competitividade das empresas e das regiões que têm beneficiado desses apoios, bem como, a sua coesão social e territorial.

 

Fonte: PO CH