Educação e Formação são alicerces para o futuro das pessoas e do país

Out 2, 2017 | Notícias

A Educação de qualidade é um direito humano fundamental e um investimento para o futuro. Aprender a tomar decisões informadas é aprender a exercer uma cidadania democrática.

O futuro do planeta, em termos sociais e ambientais, depende da formação de cidadãs/ãos com competências e valores não apenas para compreender o mundo que os rodeia, mas também para procurar soluções que contribuam para nos colocar na rota de um desenvolvimento sustentável e inclusivo.

Recentemente divulgada, a Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania (ENEC) integra um conjunto de direitos e deveres que devem estar presentes na formação cidadã das crianças e dos jovens portugueses, para que no futuro sejam adultos e adultas com uma conduta cívica que privilegie a igualdade nas relações interpessoais, a integração da diferença, o respeito pelos Direitos Humanos e a valorização de conceitos e valores de cidadania democrática, no quadro do sistema educativo, da autonomia das escolas e dos documentos curriculares em vigor.

A Estratégia alicerça-se na proposta elaborada pelo Grupo de Trabalho de Educação para a Cidadania (GTEC), criado pelo Despacho n.º 6173/2016, com a missão de conceber uma Estratégia de Educação para a Cidadania, a implementar nas escolas.

O Grupo de Trabalho procedeu a uma auscultação alargada dos principais intervenientes na promoção da Educação para a Cidadania em meio escolar, com destaque para estudantes, docentes e representantes de entidades da sociedade civil, como forma de aprofundar princípios e práticas de trabalho com as escolas.

 

O trabalho do GTEC incidiu nos seguintes pontos:

– Domínios de Educação para a Cidadania e formas de os abranger no currículo da escolaridade obrigatória por cada nível e ciclo de ensino;

– Formas de operacionalização no contexto escolar;

– Certificação do/a aluno/a no final da escolaridade obrigatória na componente curricular de Cidadania e Desenvolvimento;

– Envolvimento e formação de docentes;

– Conteúdos a incluir na Plataforma de Educação para a Cidadania.

 

A ENEC, desenhada a partir das propostas apresentadas pelo GTEC, pretende responder aos seguintes grandes desafios:

– Desenvolver competências pessoais e sociais;

– Promover pensamento crítico;

– Desenvolver competências de participação ativa;

– Desenvolver conhecimentos em áreas não formais.

 

 

Consulte a Apresentação da ENEC, realizada a 15 de setembro, na Covilhã.

 

Fonte: CIG